7 tendências de armazenamento que ajudam na redução de custos.

Empresas especialistas em armazenamento brigam para se diferenciarem no mercado oferecendo novas tecnologias, mas mais acessíveis.

1- NAND 3D Há muito tempo os SSDs são opções de armazenamento no mercado. No entanto, a pressão para que sejam mais acessíveis em questão de custo e também o aumento de sua capacidade, fez com que empresas de tecnologia especialistas nesses chips desenvolvessem uma nova tecnologia: o NAND 3D. Nesse tipo de memória, usa-se uma tecnologia capaz de posicionar camadas de células de armazenamento verticalmente no chip e não de maneira horizontal (2D), como é feito tradicionalmente. Neste momento, já é possível encontrar dispositivos com até 48 camadas, mas a tecnologia para 64 camadas já está sendo desenvolvida pelos engenheiros. Seguindo o formato padrão de 2,5 polegadas, os novos SSDs estão no mercado com capacidades que chegam até 16 terabytes. O custo desse dispositivo ainda é elevado. No Brasil, por exemplo, SSDs de 1TB são encontrados no valor de até 3 mil reais. 2- Compressão de dados Reduzir o espaço ocupado por dados em um determinado dispositivo, eliminar redundâncias e aumentar o desempenho em transmissões são os principais benefícios trazidos pela tecnologia de compressão de dados. Com o desenvolvimento de novas matrizes AFA (sigla para do inglês all-flash arrays), é possível diminuir em 80% o espaço utilizado por um objeto. 3- NVDIMM: Non-Volatile Dual In-line Memory Module NVDIMM é uma memória RAM DIMM do computador que retém dados elétricos mesmo quando a energia é removida ou quando há uma inesperada perda de potência, falha do sistema ou de desligamento normal da máquina, o que muda a forma como os computadores funcionam em muitos anos. A ideia de que a memória principal agora é persistente e muito grande é uma mudança radical para as operações de banco de dados. As NVDIMMs podem ser usadas para melhorar o desempenho do aumento de uma aplicação, a segurança dos dados e o tempo de recuperação de falhas do sistema. 4- RoCE RDMA over Converged Ethernet (RoCE) é um protocolo de rede que permite acesso direto à memória remota (RDMA) através de uma rede Ethernet. O grande ganho dessa tecnologia é reduzir a sobrecarga e a latência no sistema. 5- Infraestrutura definida por software SDI (software-defined infrastructure) é uma abordagem de Nuvem e vem para o mercado para transformar os Data Centers em instalações consolidadas e com consumo otimizado de energia, contendo sistemas ágeis, de baixo consumo e baseados em padrões abertos. Alguns de seus benefícios estão em reduzir os investimentos com hardware e software e automatizar o provisionamento manual para melhorar a eficiência do gerenciamento e a qualidade dos serviços. 6- Nuvem Híbrida O custo de armazenamento em Nuvem caiu ao longo dos anos. A Nuvem Híbrida é o lugar que possibilita o armazenamento de hardware e software de baixo custo e acessível até mesmo para computadores domésticos. 7- Armazenamento WhiteBox A possibilidade de montar o próprio sistema de armazenamento, buscando no mercado soluções específicas para a necessidade de cada empresa, sugere a participação de COTS – Commercial off-the-shelf -, uma vez que fornecedores tradicionais estão desenvolvendo equipamentos conectáveis entre si, mesmo que de marcas diferentes. A nova abordagem permite o acesso às mesmas tecnologias de grandes provedores de Nuvem, com preços mais baixos.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *